Aquecimento Global: Últimos Minutos

A cada minuto que passa estamos mais próximos do tempo de seca e destruição que a terra vai passar por consequências da ação do homem. O mundo não vai acabar de vez, ele vai voltar a vida depois desses tempos terríveis, nos não estaremos vivos quando isso acontecer.

O mundo está se tornando mais quente. Mas esse é um processo natural da Terra ou decorre da ação humana? Para responder esta pergunta e preciso entender o efeito estufa que e faciumente explicado neste vídeo:


Como observado, é um processo que ocorre quando a radiação infravermelha na superfície terrestre, que por sua vez tem origem na luz do sol, é absorvida por gases presentes na atmosfera, principalmente o vapor de água (H2O) e o dióxido de carbono (CO2), mas outros gases como o metano (CH4), o óxido nitroso (N2O) a família dos CFCs (CFxClx) se apresentam como fortes captadores de radiação infravermelha e potencializadores do efeito estufa. Esse conjunto de gases são, portanto, chamados de Gases de Efeito Estufa ou GEE.

Se a ação humana não é a única, seu impacto é inegável. A discussão sobre a determinância ou não da ação antrópica (do homem) sobre as mudanças climáticas, mesmo que a sólida maioria da classe científica reconheça sua gravidade, parece ingênua. É fato evidente que a ação antrópica impõe danos graves ao seu próprio habitat e as consequências negativas reiteradamente se comprovam nos mais variados aspectos, seja na alarmante redução da biodiversidade, exploração desmedida de recursos naturais e sobremaneira na geração poluentes a níveis inaceitáveis para um sociedade que se diz civilizada.

Fontes:
http://www.ecycle.com.br/component/content/article/35/1294-aquecimento-global-o-perigo-se-tornou-real.html

Sou um pouco de tudo e muito de nada, estudo História na UNEAL, mas nas horas vagas faço um pouco de arte digital. Comecei esse site em 2013, na época como o “Blog do Matheus”, um nome bem criativo, não acha? Aqui nasceu um de meus sonhos, ser jornalista, não posso dizer que abandonei ele, mas nos últimos tempos ganhei novos gostos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *