Visitando a Serra do Goiti em Palmeira dos Índios

 Nossa Palmeira dos Índios, tem muita coisa para nos mostrar, e como palmeirense, tenho que conhecer todas elas. No ultimo final de semana, dei uma passada na serra do goiti, onde localiza-se nosso principal cartão postal, o Cristo do Goiti.

Na foto acima, é visível, as ruínas da antiga “Algorim”, fabrica de algodão que funcionou em nosso município na década de 70, e que nos dias atuais, funciona como um estacionamento. Um verdadeiro crime para a historia da “princesa do sertão”, ou melhor do agreste. E para quem tiver uma boa visão, podemos enxergar o nome de nossa cidade cravado na linha do trem, ao centro da imagem.   
 Essa é outra bela foto que tirei no meu “turismo”, podemos ver o açude, visivelmente poluído. E ao centro da imagem, vemos a reta quase perfeita da BR 316, alem também da parte traseira do edifício do Hotel São Bernardo. E o que não poderia faltar, o estádio Juca Sampaio, cede do nosso tricolor CSE. 
Esse não poderia faltar! A estatua do Cristo, que de braços abertos, abraça nossa palmeira. O principal cartão postal da cidade, que mesmo semiabandonado, ainda surpreende quem vai visitar. Nesse ano teremos a tradicional peça cristã da Paixão de Cristo, encenada neste local.

Essa é a barragem do Bálsamo, que abastece varias cidades do agreste pernambucano. Mesmo em um período de seca, como é o que nos vivemos, este lugar nos trás uma sensação de alivio, e de esperança.
Caros leitores, participem dessa matéria, comentando logo abaixo. Você viu algum erro?

Sou um pouco de tudo e muito de nada, estudo História na UNEAL, mas nas horas vagas faço um pouco de arte digital. Comecei esse site em 2013, na época como o “Blog do Matheus”, um nome bem criativo, não acha? Aqui nasceu um de meus sonhos, ser jornalista, não posso dizer que abandonei ele, mas nos últimos tempos ganhei novos gostos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *