TV Cultura estreia segunda temporada de TERRADOIS

Nesta quarta-feira (25/10), a TV Cultura dá início à segunda temporada da série TERRADOIS, apresentada pelo psicanalista Jorge Forbes e pela atriz Bete Coelho. Unindo dramaturgia e reflexão, a atração aborda temas e inquietações do mundo pós-moderno, trazendo discussões inéditas a cada edição. Vai ao ar às 22h30, com transmissão pelo canal oficial do programa no YouTube: https://goo.gl/FR6v2d.
Principal novidade da atração, Bete Coelho é atriz e diretora de cinema, teatro e televisão brasileira. Além de atuar desde os dez anos de idade, já experimentou também o outro lado, dirigindo peças de teatro e shows de cantoras como Daniela Mercury, Marina Lima e Zélia Duncan. Além disso, nesta etapa, novos temas são abordados e trazidos ao telespectador. Entre eles, a pós-verdade, o direito à morte, o perfil das novas lideranças, a educação, os limites – ou a ausência deles – na relação do ser humano com o próprio corpo, a intimidade e o direito à privacidade versus a necessidade de exposição.
Ao longo dos episódios, a ficção, a reflexão e a interação dos apresentadores e atores revelam não apenas o backstage do processo criativo da série, como também todas essas questões voltadas à pós-modernidade.
Sobre o primeiro episódio:
No episódio Caffeine, será abordado um tema absolutamente recorrente à TERRADOIS: as multitarefas. Se no mundo moderno as pessoas deviam ter foco, na pós-modernidade o que vale é ser multifocal. A velha definição pejorativa do “pato”, nada, canta e voa mas não faz nada disso bem feito, em TERRADOIS desaparece. O que vale é a multiplicidade de talento. Caffeine mostra um desses multifocais. Na verdade, dois: o marido e a esposa, diante do inconformismo do pai da moça, um legítimo representante dos conceitos profissionais de TERRAUM. No final, fica claro para todos que antigas noções como horário fixo de trabalho e aposentadoria talvez não existam mais.
Sobre o programa:
A Terra passa por uma das maiores revoluções sociais dos últimos 2.500 anos. A sociedade migrou de um planeta a outro sem se dar conta e, hoje, vive em TERRADOIS. Geograficamente, TERRAUM, o mundo moderno, e TERRADOIS, referente à pós-modernidade, ocupam o mesmo espaço. Seus habitantes também são muito parecidos. Mas as semelhanças param aí. Na prática, em TERRADOIS, do nascimento à morte, tudo é muito diferente. As fronteiras se dissolveram, os antigos remédios já não salvam mais e, para habitar esse mundo, são necessários novos conceitos.
Hoje em dia, selecionamos embriões, a escola já não responde a todas as perguntas, o amor é uma transcendência humanista e o trabalho e a vida se confundem. Cada vez mais somos geradores do nosso próprio conteúdo. O que antes era ameaçador, agora, em TERRADOIS, tornou-se a chance para a humanidade se reinventar em novas formas de viver e se relacionar. No entanto, poucos se deram conta das mudanças que são necessárias para se adaptar às novas relações. É por meio desse choque de conceitos que nasce o ideal do programa, que tem como meta levar ao telespectador a reflexão gerada do encontro entre os dois mundos.
Por: TV Cultura

Sou um pouco de tudo e muito de nada, estudo História na UNEAL, mas nas horas vagas faço um pouco de arte digital. Comecei esse site em 2013, na época como o “Blog do Matheus”, um nome bem criativo, não acha? Aqui nasceu um de meus sonhos, ser jornalista, não posso dizer que abandonei ele, mas nos últimos tempos ganhei novos gostos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *